Um Ano sem minha Avó

Sei que aqui no Anfitriã tenho as Leitoras mais especiais e que me acompanham desde o início. Gostaria de dividir mais um sentimento com vocês, pois em 18 de março completou 1 ano da morte da minha Vó Nair.

Bem vindos a 2018 no Anfitriã!

Como foi boa a sensação da virada de 2017/2018. Tive um final de 2017 incrível…mas esse ano representou dois opostos: metade tumultuada/estranha, e depois uma paz e um sentimento tão bom como nunca tinha experimentado.

PRESENTE DO CÉU

Queridas Leitoras, estou vivendo um momento de muita alegria em minha vida. Não sei se se é ajuda do céu (minha avó), se é experiência da idade (estou mais perto dos 40 do que dos 30), ou se realmente fruto de muita dedicação e amor…

GUARDANAPOS BORDADOS

Não apenas hoje, mas em todos os instantes me lembro da minha avó Nair e ela está conosco. Sempre muito apegada comigo e com minhas meninas, estas crescem com a Bisa no coração.

ANIVERSARIANTE DO MÊS

É, a minha caçulinha Helena está crescendo rápido! Ela é a Aniversariante de Outubro! (Querida Tereza: você também é! Parabéns, muita saúde e alegrias sempre, você é uma pessoa muito especial para mim, faz parte de algo na minha vida que representa quem sou.) Não fiz neste ano a festa que planejava, pois tivemos um imprevisto com meu marido 2 dias antes de seu Aniversário.